Como Saber se você tem Chamado para Missões Mundiais - Mensagem da Cruz

Junho 26, 2017

COMO SABER SE VOCÊ TEM CHAMADO PARA MISSÕES MUNDIAIS

 AS DUAS PERSPECTIVAS SOBRE O OUVIR O CHAMADO DE DEUS

Kerry Olson

 

Uma das perguntas mais frequentes relacionadas a missões é: “Como sei que sou chamado?” Embora existam muitas maneiras de Deus conduzir o seu povo em missões mundiais, bem como fornecer orientação, existem duas respostas clássicas que as pessoas geralmente fornecem: "Você não precisa de um chamado, pois já foi chamado por Deus", ou "Antes de ir, você precisa saber se é chamado." Creio que precisamos de uma combinação de ambas.

 

A PERSPECTIVA DO “TODOS SÃO CHAMADOS”

 

Em um lado da moeda você tem a frequentemente citada frase do cantor Keith Green, que afirmava: "Você não precisa de um chamado; você já foi chamado!" Porém, outra pessoa também afirmou o seguinte: "Você não precisa de um chamado quando já tem o mandamento", referindo-se ao grande número de versículos da Bíblia, no Antigo e no Novo Testamento, que fazem parte da vontade revelada de Deus (a Grande Comissão), que diz para irmos a todas as nações pregar o Evangelho.

 

Em outra música, Keith Green escreveu: "Jesus nos ordena a ir; ficar deveria ser a exceção." Ele teve que ir ao outro extremo para trazer equilibrio com a postura da igreja, que enfatizava a necessidade de se ter uma revelação ou uma manifestação especial para ir ao campo missionário.

 

Pense por um minuto o que o mundo seria hoje, se cada cristão tivesse obedecido o mandamento de Deus de "ir" e, de todo o coração, dito a Deus: "Eu vou às nações para pregar o Evangelho; e se essa não for a sua vontade para mim, então me faça parar!" Até posso ouvir muitos de vocês dizendo: "Isso é muito radical e extremo!" Entretanto, para ser sincero, o que aconteceu foi que fomos para o outro extremo, não produzindo o fruto espiritual que acredito que o Espírito Santo deseja.

 

À medida que conhecemos o caráter de Deus e estudamos a sua Palavra, torna-se impossível não conhecer a sua vontade! Não podemos ser tocados por uma mensagem que não tenha nos movido primeiro; portanto, é vital e necessário entender o plano global de Deus e o que Ele deseja para a sua Igreja. Compreender onde nos encaixamos é algo totalmente diferente, e a melhor maneira de definir isso, na minha opinião, é que é um processo.

 

A PERSPECTIVA DO “CHAMADO ESPECÍFICO”

 

Durante os mais de 30 anos em que atuei como missionário, houve circunstâncias e dificuldades durante as quais a única coisa que me manteve no campo missionário foi o fato de que eu sabia que Deus havia me enviado. O profeta Jeremias chegou a uma dessas encruzilhadas em seu ministério, quando quis jogar a toalha e desistir. Ele estava pensando em voltar a uma vida normal quando clamou a Deus, dizendo: "Mas, se eu digo: ‘Não o mencionarei nem mais falarei em seu nome’, é como se um fogo ardesse em meu coração, um fogo dentro de mim. Estou exausto tentando contê-lo; já não posso mais!” (Jeremias 20.9).

 

Como foi com Jeremias, o chamado de Deus em sua vida é algo do qual você não pode escapar. Obviamente, temos o livre-arbítrio e podemos optar por servi-lo ou não; entreanto, se estivermos em um relacionamento correto com Deus e caminhando com Ele, aprenderemos estar em sintonia com seus desejos e planos para nós.

 

CINCO DICAS DE COMO DESCOBRIR SEU CHAMADO

Saber a direção de Deus para a nossa vida é muito pessoal e, muitas vezes, subjetivo. Aqui estão alguns princípios básicos que me ajudaram:

 

  1. Estar em movimento
    Deus usa aqueles que estejam ativamente servindo a Ele, andando em fé, testando as águas para descobrir o que Ele tem. Mantenha-se envolvido na obra de Deus. Comece a bater nas portas para ver qual delas Ele irá abrir.

 

  1. Esteja disposto a fazer qualquer coisa
    Se você realmente tem o coração de um servo, estará disposto a servir em qualquer função. Deus colocará desejos específicos em seu coração, mas não se apresse em abrir a porta sozinho. Sirva, e no processo de servir, Deus abrirá a porta – e Ele faz isso muito melhor que você!

 

  1. Comece servindo em casa
    Devemos ser fiéis no pouco antes de podermos ser liberados para servir em áreas maiores. É vital compreendermos o ministério e a igreja local, antes de podermos ser enviados por eles para as partes mais distantes do mundo.

 

  1. Envolva-se em missões de curto prazo
    Antes de pensar em envolver-se em tempo integral, tenha algumas experiências transculturais de curto prazo. E, melhor ainda, algum treinamento missionário. Onde você realizar um trabalho de curto prazo pode, ou não, ser um indicador de onde Deus quer enviar você para uma missão de longo prazo. Esteja aberto à orientação divina.

 

  1. O chamado de Deus é algo que cresce em você
    Muitos missionários dizem que quando começaram a ouvir o chamado de Deus para algum lugar, como a Tailândia, por exemplo, para todos os lugares que olhavam, viam algo relacionado à Tailândia. Eles ligavam a TV: Tailândia; abriam o jornal: Tailândia; participavam de alguma conferência: sentavam ao lado de alguém da Tailândia! Deus é especialista nisso e precisamos estar em sintonia com a maneira com que Ele nos dirige.

 

Talvez você ainda não tenha descoberto a vontade de Deus para a sua vida. Então, aproxime-se dEle, pergunte o que Ele tem para você, e analise seu próprio coração para se certificar de que seus motivos sejam corretos. Coloque em prática as etapas listadas acima, e não se esqueça de que tudo tem a ver com estar conectado a Ele.

"As minhas ovelhas ouvem a minha voz; eu as conheço, e elas me seguem.” (João 10.27)

 

KERRY OLSON trabalha com a Bethany International como Coordenador Internacional de Projetos. Ele também treina, mobiliza e envia obreiros latino-americanos para os povos menos alcançados.

Foto: Ben White

Artigo republicado da Revista CoMISSION


Deixe um comentário

Os comentários serão aprovados antes de serem exibidos.

Assine a Mensagem da Cruz